A balança de bens e serviços está equilibrada mas as exportações estão em queda

A primeira estimativa relativa à balança de bens e serviços de novembro de 2012 enviada para o SDDS e reproduzida pelo GEE revela que, em novembro, a economia portuguesa retomou um superavit marginal contudo, desta feita, conquistou-se à custa de uma quedas das exportações inferior à queda das importações e não por via de um maior dinamismo e crescimento das saídas de bens e serviços. Em novembro, as exportações contraíram 1,2% enquanto as importações caíram 7,1%. A taxa de cobertura desse mês foi de 100,8.

Destaca-se ainda que foi entre os serviços que se registaram as maiores quedas, quer das exportações (-3,9%), quer das importações (-27,8%).

No acumulado do ano, as exportações de bens e serviços continuam a ter um crescimentos significativo +4,5% ainda que distante dos crescimentos de mais de dois dígitos dos anos anteriores. As importações caíram 5,7% e a balança de bens e serviço está equilibrada com uma taxa de cobertura de 100,2%.

Tagged under:

Deixe um comentário

O seu email não vai ser publicado.