Comércio Internacional: exportações crescem ao menor ritmo desde janeiro de 2010

O Primeiro-Ministro, perdão, o Instituto Nacional de Estatística divulgou ontem os dados relativos ao comércio internacional do trimestre terminado em outubro. O ritmo de crescimento homólogo das exportações continua a desacelerar passando de 4,5% no trimestre terminado em setembro para 3,4% no trimestre terminado em outubro de 2012. Na realidade, é necessário recuar ao trimestre terminado em janeiro de 2010 para encontrar um crescimento homólogo mais baixo (2,0%).

Outro aspecto singular é o aumento continuado do peso das exportações de bens destinadas a países exteriores à União Europeia. De facto, por cada €100 exportados €31,2 são para fora da União Europeia.

A taxa de cobertura de importações pelas exportações situa-se agora nos 76,9% (80,5% no comércio extra-comunitário).

As importações diminuíram a um ritmo homólogo mais lento, tendo caído 0,6% no trimestre terminado em outubro de 2012 (-4,2% no trimestre terminado em setembro).

O mês de outubro considerado isoladamente apresenta um agravamento do défice comercial dado que as exportações terão aumentado 5,2% (variação homóloga) enquanto as importações terão retomado crescimento positivo mais intenso: 6,3%.

Adenda: o título foi corrigido. Onde se lia 2012 passou a 2010.

Tagged under:

Deixe um comentário

O seu email não vai ser publicado.