Onde pôr a poupança das crianças?

As conclusões não serão propriamente uma novidade para quem anda atento aos produtos de poupança existentes, mas é sempre bom ver outros a confirmarem as evidências. A Deco Proteste comparou os produtos de poupança desenhados pelas instituições financeiras para as crianças e jovens e concluiu que é melhor considerar escolher antes um depósito a prazo convencial ou uma aplicação com mais risco. Quanto aos depósitos a prazo já se sabe que, por regra, os mais interessantes estão disponíveis pela internet: são estes que permitem obter as melhores taxas de juro (veja a nossa folha com as ligações para os produtos disponíveis no mercado português).

Quanto às contas crescer e mealheiros e quejandas, muito brinde, muita publicidade mas não resistem ao teste comparativo. Mais um de muitos casos em que o que o seu banco quer que pareça, não é. Nada que não se resolva com um espírito crítico e algum aconselhamento independente, como se vê.

Entretanto, continuam a aguardar-se novidades sobre a conta poupança futuro

GOSTOU DO QUE LEU?
Então não perca nenhum dos nossos artigos.
Receba um EMAIL diário com os resumos:

3 comentários sobre “Onde pôr a poupança das crianças?

  1. A melhor aplicação são as obrigações do Benfica, 6% ao ano com juros semestrais e reembolso em 3 anos. É o produto imbatível do mercado.

.