Mais e melhor comércio externo

A afirmação do título parece incontestável. Resta saber até quando se manterá este cenário. Dava imenso jeito para o país e sua economia que, havendo um incremento quase inevitável e desejável das importações (particularmente se reforçado pela lógica de investimento na capacidade produtiva), as exportações não perdessem gás.

Para já, observando os últimos dados do INE tudo permanece em aberto.

Dados sobre o Comércio Internacional até Setembro.

Dados sobre o Comércio Extra-Comunitário até Outubro.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.