Stress laboral particularmente grave em Portugal

Os trabalhadores portugueses estão particularmente suscetíveis a stress laboral. Num estudo recente da Agência Europeia para a Segurança e Saúde no Trabalho sobre Segurança e a Saúde no Trabalho feito entre 31 países europeus revela-se que apenas os cipriotas (88%), os gregos (82%), os eslovenos (72%), os eslovacos e malteses (62%) e os holandeses (60%) … Ler mais