Perante duas soluções eficazes qual venderia: a que lhe dá mais lucro ou menos?

” Portuguesa apresenta hoje biossensor portátil capaz de detetar cancro (…) Em declarações à agência Lusa, Goreti Sales explicou que o “aparelho” a desenvolver representa um “novo conceito de diagnóstico” que irá permitir a deteção “bastante precoce” do cancro no útero, cólon e retal, numa fase inicial. Este projeto, da unidade de investigação BioMark – … Ler mais

Protecção de Patente Unitária avança na União Europeia – boa para Alemães, Ingleses e Franceses…

A Comissão Europeia acaba de divulgar uma proposta de patente unitária a vigorar no espaço da União Europeia. Havendo vantagens na simplificação processual e (eventual) redução de custos de registar legalmente uma patente no espaço da União num único acto, protegendo-se assim capazmente a propriedade intelectual,  notamos que países a proposta da Comissão coloca em significativa vantagens … Ler mais

Novos empregos, quem cria mais, as velhas ou as novas empresas?

Via Business Insider em “Sorry, Microsoft, Intel, And GE–It’s Startups That Create Most Of The Jobs” chegamos a uma discussão interessante: a propósito da defesa da manutenção do estatuto das patentes e dos apoios financeiros directos por parte do Estado, as grandes corporações defendem que são os baluartes da criação da inovação e de novos empregos.

Mas há quem faça a defesa das start ups provando precisamente o oposto: é nas empresas jovens que se produz mais inovação e se geram mais novos postos de trabalho, parecendo existir uma relação entre o amadurecimento empresarial e a redução de custos por via da extinções de empregos. Estarão os Estados capturados pelas grandes corporações e impedidos de “verem” o óbvio canalizando o dinheiro dos contribuintes para a aposta errada?

Eis um excerto (em inglês) do artigo original no TechCrunch:

Ler mais