Há cinco anos que as despesas de saúde pesam cada vez menos no PIB

Na divulgação da Conta Satélite da Saúde feita pelo INE, conclui-se que há cinco anos que as despesas de saúde pesam cada vez menos no PIB (calculado em termos nominais). Segundo o INE: “Desde 2010 que a despesa corrente em saúde tem registado taxas de crescimento nominais inferiores às do PIB. Na década anterior, esta situação … Ler mais

Despesa com saúde aumenta no privado e diminui no público

A frase é da Conta Satélite da Saúde hoje publicada pelo INE: “Entre 2007 e 2012, a despesa corrente privada apresentou uma taxa de crescimento médio anual de 2,7%, enquanto a despesa corrente pública decresceu, em média, 1,6%. Em 2012, a despesa corrente privada situou-se 13,9% acima do nível observado em 2007, enquanto a despesa … Ler mais