Empréstimos Concedidos a Particulares

Inflação esperada de 4,0% em 2022 mas pode atingir 5,9% – Portugal

O Banco de Portugal divulgou, no seu Boletim Económico de março de 2022, uma projeção revista para a taxa de inflação em Portugal. Revelou assim uma inflação esperada em 2022 de 4,0%.
No entanto, face à incerteza existente, o Banco de Portugal decidiu considerar um cenário mais adverso a este cenário central, cenário esse que se se vier a materializar poderá levar a taxa de inflação em Portugal em 2022 ara os 5,9%.

Recorde-se que, ate´aqui, a projeção para a taxa de inflação de 2022 por parte do Banco de Portugal apontava para um crescimento dos preços em 2022 de 1,8%.

inflação 2022 a 2024
Fonte: Banco de Portugal

Nos últimos anos o Banco de Portugal tem vindo a subestimar a taxa de inflação (a sua projeção final para 2021 foi de 0,9% quando, na realidade, o valor oficial do INE se veio a fixar em 1,3%). Talvez por isso e face à inquestionável situação de incerteza onde se acumulam os efeitos da pandemia com os da invasão da Ucrânia pela Rússia o Banco de Portugal tenha agora oferecido um conjunto de referências mais rico ao assumir um cenário adverso como hipótese real.
Além das projeções para 2022 o Banco de Portugal completa, o seu Boletim Económico, em termos de inflação, com projeções para 2023 e para 2024.

Inflação para 2023 e 2024 – Cenário Central e Adverso

Assim, no cenário central, mais provável, a expectativa é de que a inflação de 2023 atinja os 1,6%, valor que se deverá repetir em 2024. Recorde-se que no projeção anterior para a taxa de inflação esperada para o ano de 2023, o Banco de Portugal antecipava que esta pudesse atingir os 1,1%. Uma projeção feita muito antes de se iniciar o atual conflito militar na Ucrânia que ameaça ter efeitos de dominó em vários mercados e países, quer pelo impacto direto quer pela disrupção que se antecipa com as sanções à Rússia e com a quebra de capacidade produtiva da Ucrânia em produtos onde era um grande provedor mundial (produtos alimentares, minerais, gáses nobres, entre outros)

Já na hipótese de se vir a confirmar um cenário adverso, a inflaçáo para 2023 será de 2,0% e de 1,9% em 2024.
O Boletim Económico apresenta previsões para outros indicadores, algo que analisaremos noutro artigo sobre projeções macroeconómicas em Portugal de 2022 a 2024.

Um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.