PIB 2019 surpreende acelera e fecha a crescer 2% no ano

No quarto trimestre de 2019 o Produto Interno Bruto aumentou 2,2% em volume acelerando significativamente face aos trimestres anteriores conseguindo assim fechar nos 2,0% no conjunto do ano.

No terceiro trimestre de 2019 o PIB português tinha crescido em volume 1,9% e no ano a fechar nesse mesmo trimestre o PIB estava a crescer também a 1,9%. Com a aceleração da taxa de crescimento homólogo de 1,9% para 2,2% do terceiro para o quarto trimestre, o PIB do ano completo volta a fechar na casa dos 2%, algo que já acontece há quatro anos consecutivos. Recorde-se que em 2018 o PIB cresceu 2,44% em termos reais.

Os dados para 2019 aqui apresentados são ainda preliminares. O INE divulga maior detalhe no final do mês de fevereiro de 2020 e irá atualizando posteriormente sempre que surja mais informação.

Recorde-se que em termos de projeções para a economia portuguesa predominam as que apontam para uma ligeira desaceleração do PIB em 2020 e 2021.

 

PIB 2019 – Síntese do INE

O INE apresenta ainda pouco detalhe quanto à evolução das componentes do PIB que reproduzimos de seguida.

O Produto Interno Bruto (PIB), em termos homólogos, aumentou 2,2% em volume no 4º trimestre de 2019 (mais 0,3 pontos percentuais que a taxa do trimestre anterior).

O contributo da procura externa líquida para a variação homóloga do PIB foi positivo no 4º trimestre, após ter sido negativo nos trimestres anteriores, observando-se uma aceleração das Exportações de Bens e Serviços e uma desaceleração das Importações de Bens e Serviços.

A procura interna registou um contributo positivo menor que o observado no trimestre anterior, verificando-se uma desaceleração do consumo privado e da Formação Bruta de Capital Fixo.

Comparativamente com o 3º trimestre de 2019, o PIB aumentou 0,6% em termos reais (variação em cadeia de 0,4% no trimestre anterior). O contributo da procura externa líquida para a variação em cadeia do PIB passou de negativo a positivo no 4º trimestre, enquanto o contributo da procura interna foi negativo, após ter sido positivo.

No conjunto do ano 2019, o PIB aumentou 2,0% em volume, menos 0,4 pontos percentuais que o observado no ano anterior. Esta evolução resultou do contributo positivo menos intenso da procura interna, refletindo o abrandamento do consumo privado. A procura externa líquida apresentou um contributo ligeiramente menos negativo que em 2018, verificando-se uma desaceleração das Exportações e das Importações de Bens e Serviços.

in INE.

 

Tagged under:

Deixar uma resposta