Mudança para a Hora de Inverno 2018

crédito pessoal

No dia 28 de outubro de 2018 começa o período de cinco meses em que vigorará a hora de inverno 2018/2019. A mudança para a hora de inverno 2018 far-se-á às 2 horas da manhã em Portugal Continental e Região Autónoma da Madeira e 1 hora da manhã na Região Autonoma dos Açores, momento em que os relógios deverão ser atrasados uma hora. Esta informaçao oficial é garantida pelo Observatório Astronómico de Lisboa.

Nessa noite haverá mais uma hora para dormir. Nos cinco meses que se seguem, que englobam o período do ano em que há menos horas de sol por dia, a jornada de trabalho fica mais ajustada a esse período entre o nascer e o pôr do sol. Ainda assim, em torno do dia mais pequeno do ano (a 21 ou 22 de dezembro – solstício de inverno), às 17 horas será já de noite.

Com a alteração da hora garante-se que o início da jornada de trabalho começa mais próxima do nascer do sol do que o que aconteceria se se mantivesse sempre o horário de verão onde seria de noite durante várias semanas até sensivelmente às 9 horas da manhã.

Portugal ainda não decidiu se manterá a mudança de hora ou se adotará, em permanência, ou a hora de verão, ou a hora de inverno. Em todo o caso, o governo está na posse de um parecer do Observatório Astronómico de Lisboa que não recomenda a adoção permanente da hora de verão dado que esta se afasta consideravelmente da hora solar. Esta realidade levaria a que, se hora de verão se aplicasse em todo o ano, durante vários dias o nascer do sol ocorreria perto das 9 horas da manhã.

Essa decisão deverá ser tomada nos próximos meses e ainda será alvo de algum debate nas instâncias europeias (Parlamento Europeu e Conselho Europeu), mesmo após a Comissão Europeia já ter assumido uma posição contra a manutenção da mudança de hora. Por vontade da Comissão Europeia, 2019 seria o último ano com mudança de hora na União Europeia.

Sensivelmente metade dos países do mundo têm mudança de hora durante o ano.

A hora de inverno deverá terminar a 31 de março de 2019, dia em que os relógios serão adiantados uma hora e assim permanecerão durante sete meses. Se houver novidades daremos delas nota no Economia e Finanças.

Tagged under:

6 Comentários

  • Esmeralda TeixeiraResponder

    PREFIRO A HORA DE INVERNO. MUDAR EM MARÇO.O DE VERÃO E EM.OUTUBRO O DE INVERNO.!

  • João Henrique Rocha de AzevedoResponder

    É manter definitivamente a hora de verão. Os dias em si são mais pequenos e ainda se vai tirná-los menores, com o roubo de uma hora? Acabem deveu com essa estupidez. Se amanhece um pouco mais tarde, as pessoas habituam-se. O Papão não vem por ainda estar de manhã um pouco escuro!

  • João Henrique Rocha de AzevedoResponder

    É manter definitivamente a hora de verão. Os dias em si são mais pequenos e ainda se vai torná-los menores, com o roubo de uma hora? Acabem de vez com essa estupidez. Se amanhece um pouco mais tarde, as pessoas habituam-se. O Papão não vem por ainda estar de manhã um pouco escuro!

  • Francisco Maria PiscoResponder

    Realmente um assunto da máxima importância, para a os europeus, para que as altas instâncias europeias “será alvo de algum debate nas instâncias europeias (Parlamento Europeu e Conselho Europeu), mesmo após a Comissão Europeia”, e os nossos representantes se debruçarem durante semanas de trabalho, reuniões e viagens… Sera que os demais problemas europeus estao todos resolvidos???

  • António José Neves LourençoResponder

    Acho que se deveria de optar pela hora de Inverno, porque a hora de inverno é a que se aproxima mais da hora solar, e mesmo assim ainda ficamos com uma hora a mais desta. Na hora de verão, só há luminosidade para alem das 8,00 h. (varia com o mês).A maior parte das pessoas preferem a hora de verão, evocando que no solstício de verão, há mais horas de sol, o sol põe-se mais tarde, o que é verdade. Mas o que me interessa haver sol até ás 21,30, se posso ter sol até ás 20,30, que é uma belíssima hora, e assim quando os dias começarem a diminuírem a partirem de Junho, ao chegarem a Outubro e mais, ás 19,00 e 18,30 já é noite, mas tambem pela manhã , já há sol pelas 7,00 ou até 6,30 h. conforme o mês. Argumenta-se, na hora de inverno gasta-se mais eletricidade, ( mas popa-se ao amanhecer), mas isso é uma consequência de haver solstício de verão e inverno, não há volta a dar.

  • MariseResponder

    84% DA POPULAÇÃO NA UE NÃO QUER MUDANÇA DE HORA (QUE EM PORTUGAL AS ENTIDADES RESPONSÁVEIS ABAFARAM)! EM 2017 FOI ATRIBUÍDO UM NOBEL DA MEDICINA SOBRE OS RITMOS CIRCADIANOS E O PREJUIZO PARA A SAUDE DA ALTERAÇÃO ARTIFICIAL DA HORA! TODOS OS ARGUMENTOS QUE O DEFENDEM FORAM SOBEJAMENTE ESTUDADOS E REBATIDOS E PODEM SER APRECIADOS AQUI https://ec.europa.eu/info/consultations/2018-summertime-arrangements_en . POR QUE CONTINUAM COM ESSAS TRETAS?!

Deixe um comentário

O seu email não vai ser publicado.