Energia: o simulador que ainda está por construir

No dia em que a ERSE disponibiliza mais um simulador oficial de energia que permite aos consumidores acompanhar de forma mais cómoda qual o melhor negócio ao momento que há no mercado ao nível da energia (eletricidade e gás) recordamos o esforço que já aqui destacámos (também ele recente do Portal “Poupa Energia” e deixamos um sugestão, ou para completar estes simuladores ou para construir um outro que englobe uma perspetiva histórica sobre qual teria sido a melhor opção de contratação no passado.

O que pretenderíamos com esse simulador? Fugir à espuma dos dias dos contratos promocionais que se esgotam ao fim de alguns meses e oferecer  aos consumidores uma melhor perceção do custo de ficar num mesmo operador ou de mudar de contrato. Estamos em crer que essa imagem seria eficaz para estimular, de facto, os consumidores a manterem-se atentos ao mercado em busca da maior poupança.

 

Algumas perguntas:

Quanto poupou um consumidor que migrou do contrato regulado para um contrato liberalizado nos vários tipos de serviços disponíveis? E poupou mesmo ou houve situações em que ir para o mercado liberalizado foi um mau negócios?

E a poupança promocional com contratos de fidelização compensou face a outras ofertas disponíveis quando analisadas ao longo de todo o período ou o ganho foi marginal e durou pouco tempo, insuficiente para compensar a fidelização obrigatória?

 

Em suma:

Este estudo retrospetivo, usando informação real, seria de valor para o mercado e para os consumidores em particular, neste momento em que se multiplicam os simuladores.

Fica a dica e a recomendação de utilização do serviço agora oferecido pela ERSE e pelo Poupa Energia e ainda esta outra recomendação de leitura:

Eletricidade: clientes vão poder regressar ao preço da tarifa regulada

Tagged under:

1 Comentar...

  • atiopatinhasResponder

    As perguntas que ficam são realmente pertinentes.. quem sabe haja resposta no futuro!

Deixe um comentário

O seu email não vai ser publicado.

NOS