Competitividade, Coesão e Ambiente revelam três países diferentes

O Índice Sintético de Desenvolvimento Regional do INE referente a 2015 e ao território de Portugal decompõe a análise do desenvolvimento regional em três dimensões estas retratam que a competitividade, coesão e ambiente revelam três países diferentes.

A diferenciação mais evidente surge entre o indicador de competitividade e o de ambiente pois revelam imagens quase simétricas do país quando de hierarquizam as regiões NUTS III de acordo com os respetivos rankings. O INE apresenta essa representação graficamente em dois mapas de Portugal que reproduzimos.

Os fatores de coesão contribuem de forma importante para amenizar esta discrepância contribuindo para que mais regiões do país migrem para valores acima ou próximo da média nacional no indicador de síntese.

 

Competitividade, Coesão e Ambiente revelam três países diferentes - I
Competitividade, Coesão e Ambiente revelam três países diferentes – I
Fonte: INE

 

Competitividade, Coesão e Ambiente revelam três países diferentes - II
Competitividade, Coesão e Ambiente revelam três países diferentes – II
Fonte: INE

O resultado agregado, considerando as três componentes (competitividade, coesão e qualidade ambiental) geram um índice sintético de desenvolvimento regional no qual cinco das 25 regiões NUTS III superam a média nacional, a saber: as áreas metropolitanas de Lisboa e do Porto, o Alto Minho, a Região de Aveiro e a Região de Leiria.

Sobre os dados destes índices referentes a 2015, pode encontrar mais informação no sítio do INE.

Pode comparar a situação aqui reportada com artigos anteriores sobre o índice sintético de desenvolvimento regional do INE que aqui fomos publicando.

GOSTOU DO QUE LEU?
Então não perca nenhum dos nossos artigos.
Receba um EMAIL diário com os resumos:

Deixar uma resposta