Projeções Para a Economia Portuguesa 2016 – 2018

O Banco de Portugal (BdP) atualizou as suas projeções para a Economia Portuguesa 2016 – 2018. Destaca-se a primeira projeção pública relativa 2018 e revisões significativas em algumas variáveis macroeconómicas, desde logo, afetando o PIB.

Projeções para a Economia Portuguesa 2016 – 2018

Segundo o BdP o crescimento económico em 2016 deverá ser mais modesto do que o projetado anteriormente, fixando-se em 1,5% (três décima abaixo do antecipado pelo governo em fevereiro de 2016 e duas décimas abaixo do antecipado pelo próprio Banco de Portugal em dezembro de 2015).

Destaca-se que nesta nova versão das projeções o consumo público surge significativamente revisto em alta e, por outro lado, a evolução das balança de bens e serviço é agora mais sustentável, antecipando-se maior dinamismo nas exportações do que nas importações, ainda que a um nível global mais baixo fruto, provavelmente, de uma conjuntura em desaceleração.

A revisão mais expressiva é contudo a que se regista no investimento, que é fortemente revisto em baixa (de 4,1% para 0,7%). Pela positiva uma expectativas mais saudável para a balança corrente e de capital (esperava-se um saldo positivo de 2,5% e agora de 2,9%).

Igualmente significativa é a revisão da inflação que não deverá superar a registada em 2015 (0,5%) quando em dezembro de 2015 o BdP antecipava que este fosse mais do dobro do que agora projeta (1,1%).

Ainda quanto à inflação sublinha-se que também para 2017 a projeção foi revista em baixo (1,4% em vez de 1,6%). A primeira previsão da inflação em 2018 é de 1,6%.

 

Projeções para a Economia Portuguesa 2016 - 2018

Deixar uma resposta