4º trimestre 2016: Banco de Portugal antecipa aceleração da atividade económica

Os primeiros dados relativos ao início do quatro trimestre de 2016 começam a chegar a trazem boas notícias. O Banco de Portugal antecipa aceleração da atividade económica através do seu indicador coincidente.

Estes indicadores juntam-se aos indicador qualitativos já divulgados pelo INE, também relativos ao mês de outubro. Nestes últimos, os indicadores de confiança, o INE havia indicado sinais mistos. Além do aumento da confiança entre os consumidores em setembro e outubro, destacou o seguinte:

“(…) O indicador de clima económico diminuiu de forma ténue em outubro mas manteve-se próximo dos valores registados nos dois meses anteriores. Em outubro, o indicador de confiança aumentou na Indústria Transformadora e na Construção e Obras Públicas e diminuiu ligeiramente no Comércio e nos Serviços.”

 

Banco de Portugal antecipa aceleração da atividade económica

Em outubro, pelo quarto mês consecutivo, o indicador coincidente para a atividade económica calculado pelo Banco de Portugal através da composição de diversas variáveis relativas à atividade económica, aumentou tendo o indicador referente ao consumo privado estabilizado.

O valor do indicador coincidente foi de 0,9 em outubro, o mais alto desde março de 2016.

Aceleração da atividade económica

Aceleração da atividade económica – Outubro de 2016 Fonte dos dados: Banco de Portugal

Quanto ao indicador coincidente mensal para o consumo privado manteve-se estável em 1,9, pelo sexto mês seguido.

Recorde-se que, segundo os dados oficiais do INE referente a estimativa rápida do terceiro trimestre, a economia portuguesa encontra-se a acelerar significativamente, uma evolução que estes dados do Banco de Portugal indicia poder vir a prolongar-se para o quatro trimestre do ano.

Tagged under:

Deixe um comentário

O seu email não vai ser publicado.

NOS