Taxa de desemprego passa de 13,3% para 14,1% entre janeiro e fevereiro de 2015

A 27 de fevereiro o INE estimava que a taxa de desemprego em Portugal seria de 13,3%.Cerca de 30 dias depois e com mais um mês de informação, o INE revê a estimativa de janeiro para 13,8% e apresenta o novo dado para fevereiro: 14,1%. Só assim se entende que o INE agora diga que a taxa de desemprego subiu apenas 3 décimas ao se fixar nos 14,1% quando a 27 de fevereiro havia anunciado que a taxa era de 13,3%.

Em suma, janeiro correu muito pior do que o estimado inicialmente e fevereiro levou a taxa de desemprego para um patamar elevado que ainda não se havia registado pelo menos desde que o INE começou a divulgar dados mensais em outubro de 2014.

Mas talvez ainda mais significativa do que a evolução do desemprego, seja a informação relativa ao emprego – mais imune a viés por via dos movimentos migratórios e oscilações da população desincentivada a procurar emprego. Os dados relativos a fevereiro (em rigor ao trimestre entre janeiro e março de 2015 conforme o INE explica na sua nota informativa) revelam que, já corrigidos de efeitos sazonais, o número de empregados diminuiu em cerca de 11 mil e cem vagas sendo que, neste período, o emprego nos jovens até aos 25 anos aumentou ligeiramente (cerca de mil e cem unidades). Foram os adultos acima dos 24 anos e os homens que registaram maiores perdas de posto de trabalho neste início de 2015.

Recorde-se que os estágios profissionais podem ser uma forma significativa de retirar jovens das estatísticas do desemprego e acrescentá-los ao emprego, pelo menos durante o período de vigência dos estágios. As taxas de retenção de estagiários nas empresas que os contratam andam por valores modestos mas terão algum impacto. Recentemente foram redesenhadas as medidas de apoio aos desempregados de longa duração e mais idosos, conforme aqui demos nota. Não é possível apurar, nestas estimativas mensais, qual o eventual impacto a nível estatístico destas medidas.

Tagged under:

1 Comentário

  • gabriele Responder

    ESO DA DISOCUPAZION TAMBEN ES A CONSEQUENCIA DE AUMENTAR DRASTICAMENTE A IDADE DA REFORMA PARA MAS DE 66 DE UNA VEZ UN BURO SE LEVANTA DE MANHANA DIZ TEMOS CHE AUMENTAR A ETA’ DA REFORMA TUDOS ATRAS COMO AS OVELHAS NE TENON CONTO DO PESUAL CHE STA PERTO DA ETA’ AUMENTANIO INDISCRIMINATAMENTE..

Deixar uma resposta