Crédito mal parado em máximos históricos entre empresas e famílias – julho 2015

Segundo os dados mais recentes do crédito ao sector privado divulgados pelo Banco de Portugal os empréstimos de cobrança duvidosa nas carteiras das instituições financeiras a operar em Portugal voltaram a aumentar em julho de 2015 atingindo 9,16% do stock de crédito, um aumento de 0,08 pontos percentuais (p.p.) face ao mês de junho.

Decompondo esta evolução por crédito às empresas e crédito às famílias verifica-se que em ambos os casos o mal parado aumentou entre junho e julho de 2015. No conjunto do crédito às empresas os empréstimos de cobrança duvidosa subiram 0,21 p.p. atingindo os 15,93%, enquanto que entre as famílias o aumento foi menos expressivo (0,02 p.p.) fixando-se num peso de 4,44% sobre a carteira total.

Apesar dos novos empréstimos  a empresas e famílias estarem a aumentar significativamente (a 7,7% ao ano) e de se registar um aumento do consumo, constata-se que a qualidade da carteira de crédito continua a degradar-se, subsistindo empresas e famílias que sucessivamente entram em incumprimento levando estes números para recordes históricos. Estamos perante um forte indício de um andamento dual muito pronunciado da economia portuguesa com alguns segmentos a registarem retoma económica e outras a agravarem significativamente a sua situação.

Tagged under:

Deixe um comentário

O seu email não vai ser publicado.