Número de desempregados sobe em outubro de 2014 (Oficial INE)

População emprega e desempregada INE

O número de desempregados sobe em outubro de 2014. Naquela que é a primeira divulgação de dados mensais do inquérito ao emprego da história, o INE revela uma estagnação do número de empregos e um aumento do número de portugueses desempregados. Este aumento do desemprego interrompe uma tendência trimestral (e agora mensal) com 20 meses. Segundo o INE a taxa de desemprego (15 a 74 anos) ajustada de sazonalidade estimada para outubro de 2014 foi 13,4%, o que representa um incremento marginal de 0,1 pontos percentuais face a setembro de 2014.

O INE indica ainda que a população desempregada ajustada de sazonalidade atingiu os 688,3 mil indivíduos, um aumento de 3 mil face a setembro. A população empregada em outubro por seu lado foi estimada em 4 456,1 mil pessoas, um valor idêntico ao de setembro. A taxa de emprego entre a população dos 15 aos 75 anos fixou-se nos 56,8%

População emprega e desempregada INE - 1998 a 2014

População emprega e desempregada INE
Fonte: INE

Tratando-se da primeira difusão desta informação, vale a pena dar eco de alguns avisos que o INE apresenta publicamente e que permitem perceber melhor qual a informação de base de que estamos a falar. O principal sublinhado é o de que os dados do IEFP deixarão de ser utilizados pelo Eurostat. O Inquérito ao Emprego passará assim a oferecer quer a informação trimestral mais detalhada, quer o indicador mensal mais agregado que agora de divulga.

Do comunicado do INE: “(…) As estimativas a publicar mensalmente são obtidas com informação proveniente exclusivamente do Inquérito ao Emprego, tirando-se partido do carácter contínuo da recolha da informação desta operação estatística, são consistentes com as estimativas divulgadas trimestralmente, não fazem uso de dados administrativos sobre o desemprego registado (IEFP) e são sujeitas a revisões de menor magnitude.
As estimativas mensais são referentes a trimestres móveis centrados, em que o mês de referência corresponde ao mês central de cada um desses trimestres. Assim, o mês de referência deste Destaque (outubro de 2014) corresponde, na verdade, ao mês central do trimestre composto pelos meses de setembro a novembro de 2014.
Salvo indicação em contrário, as séries de dados são ajustadas de sazonalidade, tendo-se optado por destacar, na análise conduzida, a comparação com os períodos mais recentes. Conforme acordado, o Eurostat passa a adotar estas estimativas nas suas divulgações mensais do desemprego. (…)
A informação divulgada mensalmente é sujeita a revisões. Estas revisões resultam, por um lado, da atualização das séries ajustadas de sazonalidade sempre que é acrescentada uma nova observação e, por outro, da obtenção das estimativas definitivas para o mês (trimestre móvel) anterior.”

Tagged under:

2 Comentários

  • Daniela CRamosResponder

    Creio que o Destaque do INE se referia ao mês de Outubro. Aliás, na parte que citam daquele texto, diz «o mês de referência deste Destaque (outubro de 2014)».
    Assim sendo, proponho que alterem o título e a primeira frase deste texto.

    • MapariResponder

      Obrigado Daniela.

Deixe um comentário

O seu email não vai ser publicado.