Taxa de inflação continua em “queda livre”

Continua a queda acelerada da taxa de variação média anual dos preços no consumidor. Em setembro, a queda foi de mais duas décimas fixando-se agora nos 0,8%. Se excluirmos combustíveis e produtos alimentares não transformados foi de apenas 0,5%.

E face aos dados específicos de setembro, a variação homóloga que compara o mesmo mês em anos sucessivos, verifica-se que o ritmo de desaceleração não deverá abrandar dado que os preços apenas aumentaram 0,1% face a setembro de 2012. Espera-se que se mantenha a convergência para uma taxa de inflação média anual no final de 2013 muito próxima de zero. O Banco de Portugal espera que a inflação no final de 2013 se fixe nos 0,4%.

O gráfico do INE é bem expressivo naquilo que informa:

inflação 2013 - setembro

(em atualização)

2 comentários sobre “Taxa de inflação continua em “queda livre”

  1. Com desemprego não há inflação.
    Vários economistas têm frizado que mesmo havendo uma desvalorização de 30% do escudo face ao euro mantendo um na ordem dos 20% de desemprego a inflação seria muito baixa, pois apartir de uma taxa de desemprego acima dos 7% não existe pressão inflacionista no consumo.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.