Reforma no IRC já em 2013: 70% dos resultados reinvestidos podem abater à coleta

O secretário de estado Paulo Núncio anunciou hoje no parlamento que o governo irá propor, com efeito sobre o exercício de 2013, que as empresas que reinvistam os respetivos resultados beneficiarão de um abate à coleta correspondente a até 70% do valor reinvestido.

Tal medida deverá ser localizada sectorialmente beneficiando empresas industriais, comerciais e agrícolas existindo restrições quanto ao reinvestimento considerado elegível para efeitos de abate à coleta. O reinvestimento deverá incidir sobre ativos fixos.

O governo espera que esta medida venha a promover um incremento do investimento já em 2013.

Tagged under:

Deixar uma resposta