Para salário anual igual, só agora os homens teriam de começar a trabalhar em 2013

O destaque estatístico do dia vai para o estudo “Trabalhar no feminino” realizado pelo INE no âmbito do Dia Internacional da Mulher (8 de março).
O INE destaca, entre outros que :

“(…) apenas 6% dos membros dos Conselhos de Administração das empresas que em 2011 integravam o Psi20 eram mulheres, valor inferior em 7,7 pontos percentuais à média da UE 27 e muito aquém da meta de 40% definida pela Comissão Europeia para 2020.
Mais de dois quintos do pessoal ao serviço nas empresas não financeiras eram mulheres. A população feminina estava em minoria em quase todos os setores. No entanto, as mulheres predominavam em algumas atividades de serviços, nomeadamente nas Atividades de saúde humana (74,2%), na Educação (64,2%) e no Alojamento e restauração (55,5%).
Por outro lado, de acordo com os Censos 2011, as mulheres representavam 1/3 dos profissionais do grupo “dirigentes”. As mulheres em lugares de dirigente são mais jovens e mais qualificadas, casam menos e divorciam-se mais.”

Vale a pena espreitar as 10 páginas desta compilação de estatísticas que oferece um retrato sumário e significativo da situação da igualdade de sexo em Portugal no mercado de trabalho.

Tagged under:

Deixar uma resposta