A zona euro em 2020: quatro cenários

A Fundação alemã Friedrich-Ebert-Stiftung realizou durante o ano de 2012 uma série de debates em 15 países europeus (incluindo Portugal) nos quais procurou identificar as reações nacionais e sugestões europeias perante quatro cenários de base para o futuro da zona euro. Os cenários fundamentais foram:

(A) Muddling through the Crisis. The Eurozone remains a house without a protecting roof.
(B) Break-up of the Eurozone. The Euro house falls apart.
(C) Core Europe: evolution of two-level integration with a smaller and stable, but exclusionary Euro house.
(D) Completion of the Monetary Union by a fiscal and political union. The roof is repaired and construction completed.

Os contributos português ficaram a cargo de Maria João Rodrigues, João ferreira do Amaral, Mário Soares Manuel Aleixo e Teresa de Sousa.

No documento “Scenario Team Eurozone 2012” cuja ligação partilha é possível perceber como cada um destes cenários (cada vez mais atuais) é encarado em cada país sintetizando-se no final, em anexo, as principais consequências/vantagens/desvantagens percebidas em cada cenário para cada país.

Tagged under:

Deixe um comentário

O seu email não vai ser publicado.