Em 2010 portugueses ficaram mais por casa do que em 2009

O INE divulgou ontem as estatísticas sobre a Procura Turística dos Residentes (4.º Trimestre de 2010) apurando assim os valores finais do ano passado. Destacamos como principal conclusão a redução do número de deslocações e dormidas face a 2009. Quanto a estas últimas o INE indica que:

” (…) As deslocações realizadas pelos residentes em 2010 originaram cerca de 68,1 milhões de dormidas, umaquebra de 13,6% face ao ano anterior, resultando num rácio global de 4,4 dormidas por viagem realizada em 2010. (…)”

Quanto ao perfil dos turístas destacamos ainda este parágrafo:

” (…) Dos turistas que realizaram deslocações durante o ano de 2010, 50,3% eram mulheres e 31,2% tinham entre 45 e 64 anos, tendo sido este o escalão etário predominante.
Associando as mesmas variáveis demográficas aos motivos da deslocação, constata-se que nas deslocações “profissionais ou de negócios” os turistas são predominantemente homens (69,6% do total), contrariamente ao observado nos outros dois principais motivos, onde esse peso não ultrapassa os 49%. (…)”.

Note-se que a larga maioria das dormidas (65,2%) se fez em “alojamento particular gratuito“.
O gráfico anexo foi extraido do destaque para a comunicação social do INE relativo à Procura Turística dos Residentes (4.º Trimestre de 2010).

Tagged under:

Deixar uma resposta