Quão eficaz é a internet para promover uma marca?

As redes sociais parecem ser o novo filão para chegar às pessoas. Os políticos perceberam-no, os comerciantes também vão começando a perceber mas há um enorme desfasamento entre os atores que dominam os mecanismos de promoção habituais e “Onde estão os públicos alvo”.

A Google trouxe há alguns anos um instrumento precioso que permitiu a verdadeira  publicidade contextual. Um tipo de publicidade (via texto ou imagem), em que os anúncios são selecionados para visualização pelos leitores após o rastreio do conteúdo ou contexto no qual vão aparecer. Com o ultra-secreto algorítmo de rastreio o robot da Google consegue com assinalável precisão oferecer anúncios adequandos aos interesses de boa parte dos leitores que os veem, garantindo assim uma maior aproximação entre anunciante e cliente potencial. Muito à custa desta ferramenta, a Google é hoje a maior potência singular na intermediação de publiciade online a nível planetário, podendo privilegiar a publicidade remunerada por clique também muito à conta do ajustamento aos interesses do anunciante que a publicidade contextual permite. Disso e da sua algo perturbadora capacidade de identificação, investigação e sanção de tentativas de fraude.

(continua)

Este artigo procurou respeitar o novo acordo ortográfico.

Tagged under:

1 Comentário

Deixar uma resposta