Estatísticas Demográficas 2009: população praticamente estagnou

O INE acaba de divulgar as estatísticas demográficas relativas a 2009 que transmitem o seguinte cenário:

  • Em 2009 morreram mais pessoas do que aquelas que nasceram o que implicou um saldo natural negativos de quase 5 mil indivíduas;
  • Portugal não tem hoje um perfil definido em termos migratórios; o INE avança com uma estimativa de saldo migratório positiva da ordem das 15 mil entradas líquidas em Portugal. Um número exíguo que, associado à particular dificuldade na estimação dos movimentos migratórios internacionais legitima a dúvida de saber se somos um país de emigrantes ou de imigrantes. Provavelmente seremos as duas coisas;
  • O número de estrangeiros a viver em Portugal aproxima-se do meio milhão;
  • A esperança média de vida à nascença é de de 75,80 anos para homens e 81,80 para mulheres;
  • O índice sintético de fecundidade (ISF) registou o valor mais baixo de sempre, atingindo o valor de 1,32 crianças por mulher em 2009;
  • A população residente estimada é de 10.677.713 indivíduos;
  • O índice de envelhecimento voltou a agravar-se existindo agora 118 idosos para cada 100 jovens;
  • A população imigrante é significativamente mais jovem e nela predominam os Brasileiros (25,5% do total de estrangeiros);
  • O número de casamentos continua em queda sendo cada vez mais comuns os casamentos entre nubentes que já têm residência comum (39,2% dos casamentos).

A versão integral das estatísticas demográficas de 2009 pode ser encontrada aqui (incluindo dados compilados em folha de cálculo).

Tagged under:

Deixar uma resposta