As boas notícias nos dados de desemprego

Hoje foi a vez do INE dar boas notícias. Depois do cenário algo confrangedor de termos uma economia a crescer menos de 0,9% surge a indicação de que no mesmo trimestre a taxa de desemprego diminui. Aguardemos pelos próximos meses para perceber exactamente em que vamos ficar: prelúdio de uma recessão ou apenas um stop and go?

A taxa de desemprego estimada para o 1º trimestre de 2008 foi de 7,6%. Este valor é inferior ao observado no período homólogo de 2007, em 0,8 pontos percentuais (p.p.), e ao observado no trimestre anterior, em 0,2 p.p.. A população desempregada foi estimada em 427,0 mil indivíduos, verificando-se um decréscimo de 9,1%, face ao trimestre homólogo, e de 2,8%, em relação ao trimestre anterior. O número de empregados aumentou 1,1%, quando comparado com o mesmo trimestre de 2007, e 0,1%, relativamente ao trimestre anterior.

Mais detalhes no sítio do INE.

2 comentários sobre “As boas notícias nos dados de desemprego

  1. Além disso, há muitos que saiem das estatísticas do desemprego para a pura inactividade e é preciso não o escamotear.

    A taxa de desemprego deverá ser algo superior, bem como os níveis de subemprego, já para não falar no filão dos inactivos. O que não indicia nada de bom

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.