Terá o Público razão quando afirma que “Metade dos portugueses não têm rendimento suficiente para pagar imposto “?

Ontem divulgou-se aqui a disponibilização da informação estatística relativa ao Imposto Sobre o Rendimento (IRS e IRC) feita pela DGCI. Hoje na imprensa começam a surgir as primeiras análises como sejam esta notícia no Jornal de Negócios ou esta no Público. Se a primeira não me merece nenhum reparo já quanto à segunda ficom com bastantes dúvidas quanto à sua exactidão, particularmente no que se refere ao título.

O jornal Público afirma que "Metade dos portugueses não têm rendimento suficiente para pagar imposto" contudo o que se pode inferir da informação estatística (como aliás surge adiante na notícias) é que 52% dos agregados familiares portugueses não pagaram IRS (por diversas razões, nomeadamente por terem rendimentos insuficientes, desempregados, pensionistas, famílias monoparentais, etc). Ora se o Público soubesse que há no país menos de 4 milhões de agregados familiares e cerca de 10 milhões e meio de residentes e se soubesse ainda que a composição dos agregados familiares é muito dispar se analisarmos o respectivo rendimento (predominando as situações de baixos rendimentos entre agregados com apenas um indivíduo como sejam viúvos e viúvas reformados ou entre agregados com um adulto com uma criança a cargo) facilmente perceberia que ainda que em número de agregados mais de metade não pague o IRS, provavelmente haverá uma larga maioria da população que pertence aos agregados que efectivamente pagam IRS.

Será este um preciosismo meu? Cada um fará a seu juízo, para todos os efeitos é claramente um título escrito e publicado com demasiada ligeireza e manifestamente eivado de ignorância estatística. 

Nota final: grosso modo a cerca de 20% da população portuguesa estará em situação de pobreza relativa como uma análise à informação dos dados estruturais relativos a Portugal, divulgados pelo Eurostat (com base nas estatísticas do INE) poderá confirmar.

2 comentários sobre “Terá o Público razão quando afirma que “Metade dos portugueses não têm rendimento suficiente para pagar imposto “?

  1. Não sei se o Público errou outra vez ou não, mas o que é certo é que há pessoas que descontam IRS, mas depois aparece que não tem direito a receber, mesmo com todos os componentes que dão benefícios como o facto de ser casada e ter filhos.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.