O cheiro do dinheiro

Na sequência do texto anterior, uma recomendação para “O cheiro do dinheiro“, um breve texto a ler no A Aba de Heisenberg com uma bibliografia adicional interessante.

Afinal quem não se perguntou já:

“(…) Por que razão ficamos com um cheiro característico nas mãos quando mexemos em moedas? Não podiam ser os metais. Serão compostos envolvendo os metais? Não. Afinal o cheiro vem de compostos orgânicos libertados pela pele em contacto com as moedas. Mas como e que compostos? Um deles é uma cetona (1-octen-3-ona) e como é óbvio a presença dos metais favorece as reações que os produzem. (…)”

Tagged under:

Deixe um comentário

O seu email não vai ser publicado.