Credores em Portugal têm de esperar mais do dobro para receber face à média europeia

Quem conheça minimamente a história económica em Portugal nas últimas décadas sabe que o problema é estrutural: o prazo médio de pagamento (PMP) de dívidas é muito grande. Tão grande que é frequentemente a maior ameaça ao funcionamento das empresas, transformando problemas de liquidez em onerosos encargos com financiamento e, no limite, em problemas de … Ler mais