"Grande parte da destruição europeia está a beneficiar grandes bancos "

Leitura recomendada: “Os especuladores contra Portugal” – o Editorial de hoje do Jornal de Negócios por Pedro Santos Guerreiro. Um excerto que não dispensa a leitura integral:

“(…)Os Estados Unidos têm fama de uma justiça célere e impiedosa. Mas não a têm para os bancos de investimento, os tais que em 2008 iam acabar, em 2009 tiveram os maiores lucros de sempre e de 2010 saíram a dizerem-se perseguidos. Ontem, a aguardada Comissão de Inquérito da Casa Branca pariu um rato atómico e concluiu que a crise era “evitável”: reguladores, políticos e banqueiros “ignoraram avisos e falharam em questionar, perceber e gerir os riscos crescentes”. Pfff…

Ler mais