Temos 3 milhões de visitantes únicos no bolso. E agora?

Em menos de 4 anos recebemos 3 milhões de visitantes únicos, um terço do quais nos últimos seis meses mas não, não temos nenhum visitante no bolso. O título é uma desmontagem da seriedade talvez excessiva que por aqui reina habitualmente.

Esta página que lêem é um blogue, feito por (muito poucas) pessoas que seguem  o princípio de escrever aqui uma parte do que também gostariam de ler em termos informativos. Só mantendo fidelidade a este princípio hedonista se consegue sustentar esta actividade amadora durante quase 4 anos. Por vezes há opinião, muitas outras aquilo que se pode chamar de jornalismo sem carteira ou de cidadão, episodicamente haverá ainda algum disparate como o do título, com o propósito já sublinhado.

A simples tarefa de procurar divulgar as respostas e a informação que nos parece útil, é quanto baste para ser uma fórmula de sucesso à escala de um blogue. Desde que surgimos, vimos nascer dezenas de sítios igualmente amadores na internet, a seguirem um percurso paralelo ao nosso ou mesmo mimético, e vimos tanto o Jornal de Negócios como o Diário Económico  (os dois órgãos de informação diária especializados em Economia & Finanças em Portugal) criarem os respectivos guias do investidor ou de finanças pessoais, reagindo assim a esse nicho de interesse (com potencial económico inegável) que andava um pouco desleixado e entregue aos amadores e amantes do jornalismo de cidadão.

Ler mais