Previsão Inflação 2016 e 2017

Previsão inflação 2016 e 2017: começámos por publicar este artigo numa altura em que se preparavam os orçamentos anuais de muitas empresas, momento em que é particularmente importante ter a informação estatística mais recente e mais fiável, nomeadamente quanto à expectativa de evolução dos preços no consumidor. Entretanto, ao longo do ano de 2016 temos atualizado o artigo com novas previsões oriundas das mesmas instituições que temos acompanhado e que revelam uma oscilação importante face à previsão inicialmente feita.

 

Previsão Inflação 2016 e 2017

A dois meses do final de 2015 as várias projeções macroeconómicas que foram sendo difundidas quer pela Comissão Europeia (CE) quer pelo Banco de Portugal apontavam para uma aceleração da inflação prevista para 2016 e 2017 face a 2015.

Nas suas projeções de outono 2015 a Comissão Europeia (CE) antecipava que a inflação em Portugal em 2016 se fixasse nos 1,1% o que representaria uma revisão em baixa face ao previsto em maio de 2015. Este valor de 1,1% era, ainda assim, sensivelmente o dobro da inflação prevista para o final de 2015, ou seja, 0,5%.

O Banco de Portugal que apresentou as suas previsões macroeconómicas para 2016 em junho de 2015 e veio a rever estes dados em outubro de 2015, em março de 2016 e em junho de Com ligeiras variações o Banco de Portugal tem andado alinhado com a Comissão Europeia sendo que o Banco de Portugal deverá conseguir uma previsão mais precisa pelo especial investimento na investigação da inflação portuguesa que tem realizado ao longo de décadas. As previsões relativas a 2015 foram revistas em outubro no edição do boletim económico e antecipavam uma inflação de 0,5% em 2015, em linha com a projeção da CE. Relativamente a 2016, o Banco de Portugal antecipava em junho que esta se fixasse nos 1,2%, mais uma décima do que é agora a expectativa da CE.

Próximo do final de 2015 o cenário era este:

Previsão Inflação 2016 e 2017

 

 

Atualização da Previsão Inflação 2016, 2017 e 2018

Em março de 2016 as previsões para a inflação foram fortemente revistas em baixa para o ano 2016 para 0,5%, mantendo-se estável nos 1,4% para 2017. As projeções foram cortadas para menos de metade em 2016 em virtude do comportamento dos combustíveis no mercado internacional e do arrefecimento da atividade económica. Adicionalmente, o Banco de Portugal apresentou a sua primeira previsão para a taxa de inflação em 2018: 1,6%

Em junho de 2016 o Banco de Portugal atualizou novamente as previsões para a taxa de inflação. Desta vez aumentou ligeiramente a previsão para 2016 (em duas décimas) e desceu uma décima a projeção de 2018. Os dados reais mais recentes da inflação continuam a apontar para um valor muito moderado do crescimento dos preços. Em maio de 2016, a variação média anual dos preços estava nos 0,6% segundo o INE.

Eis os números mais recentes relativos às previsões para a taxa de inflação em 2016, 2017 e 2018 à data que atualizamos este artigo (junho de 2016):

Nova Previsão Inflação 2016 e 2017
Nova Previsão Inflação 2016 e 2017

 

Informação Mais Recente:

Verifique aqui as novidades posteriores à informação presente neste artigo relativa às projeções macroeconómicas e  às projeções para a economia portuguesa.

Um comentário sobre “Previsão Inflação 2016 e 2017

Deixar uma resposta