Material Escolar: dicas de poupança

Recomendamos a leitura de “Minimize as contas do material escolar“, uma peça do Jornal de Negócios onde se discorrer com exemplos práticos sobre preocupações a ter quando for comprar material escolar  e onde se apresenta também um estudo comparativo com alguns preços de referência para o material escolar.  Para o referido estudo o Negócios visitou o Continente, E.Leclerc, Jumbo e Staples.

Gostámos em particular das 5 dicas para poupar, que aliás, se podem generalizar a muitas outras compras como aqui temos abordado pontualmente:

” (…) DICAS PARA POUPAR
Saiba como evitar uma factura maior do que a sua carteira.


1. Defina o material
Faça uma lista clara de todo o material que o seu filho necessita. Primeiro, verifique quais os materiais do ano transacto que ainda podem ser utilizados e elimine-os da nova listagem. “Deve existir um olhar critico sobre a lista e ter a capacidade de distinguir se o que se encontra na lista são verdadeiras necessidades ou desejos”, diz Natália Nunes, do Gabinete de Apoio ao Sobreendividado, da Associação Portuguesa para a Defesa dos Consumidores, Deco.

2. Envolva os seus filhos
Antes de efectuar as compras, discuta com os seus filhos a lista final e o orçamento envolvido. Desta forma, contribui para uma maior sensibilização dos jovens às questões relacionadas com dinheiro. Se a sua família não tem o hábito de elaborar um orçamento, então introduza-o: é a melhor ferramenta que a família tem para saber quanto gasta e onde gasta o seu dinheiro.

3. Estude o mercado
Antes de sair de casa, consulte os vários folhetos com as promoções de “regresso às aulas” e identifique os preços mais favoráveis. “Sempre que possível opte pelas marcas brancas, que, em média, são mais baratas e com uma qualidade aceitável”, diz Sandra Lopes, do Gabinete de Orientação ao Endividamento dos Consumidores – GOEC. Segundo Natália, os estudos que a Deco tem feito confirmam que os preços variam bastante de estabelecimento para estabelecimento.

4. Resista às compras impulsivas
Durante as compras, não se desvie da lista elaborada por si e pela sua família “É fundamental resistir às compras impulsivas”, comenta Sandra Lopes. Sempre que se efectuem compras, estabeleça um limite para gastar e não o ultrapasse. Segundo Susaa Albuquerque, secretária-geral da ASFAC, comprar manuais escolares on-line é uma boa opção, porque algumas editoras fazem descontos entre 10 e 20%.

5. Atenção ao crédito
Nesta época, costumam existir muitas ofertas de créditos para livros e material escolar. Mas Natália Nunes alerta para os riscos desta decisão. Antes de optar pelo crédito, faça contas e determine se o orçamento familiar comporta mais este encargo.
Existem editoras que fazem descontos entre na compra on-line de livros escolares. Considere também esta hipótese.
(…)”

 In Negócios.

Tagged under:

Deixe um comentário

O seu email não vai ser publicado.