2010 será ano de destruição líquida de Emprego em Portugal

Inserido no Boletim Económico da Primavera hoje divulgado pelo Banco de Portugal, encontra-se um conjunto de projecções para a economia portuguesa relativas a 2010 e 2011.

Com estas projeções de Primavera, o Banco de Portugal revê em alta o impacto positivo da Procura Externa para o crescimento económico nacional durante 2010. Contudo, esta revisão significativa não é suficiente para contrabalançar outras de sinal inverso. Na realidade, o Banco de Protugal prevê agora uma evolução negativa do Consumo Público, um agravamento dos níveis previstos para o Investimento/FBCF (que eram já estimados como negativos no Boletim de Inverno) e uma degradação da Procura Interna. Em suma, o cenário macroeconómico deteriorou-se face à última análise do Banco de Portugal (BdP).

O crescimento previsto para o PIB é agora de 0.4% e de 0.8% para 2010 e 2011, respectivamente. O BdP prevê ainda a destruição líquida de emprego ao longo de 2010 com uma ligeira recuperação em 2011.

O Boletim completo pode ser acedido aqui.

Este artigo procurou respeitar o novo acordo ortográfico.

Tagged under:

1 Comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.