Vendas no retalho aceleram, mas produção industrial desacelera – junho 2015

O INE está hoje a divulgar vários indicadores estatísticos de conjuntura. Entre eles os dados mais recentes relativos ao:

Índice de Volume de Negócios, Emprego, Remunerações e Horas Trabalhadas no Comércio a Retalho

Resumo do INE:

O índice de produção industrial apresentou uma variação homóloga de 2,7%, em junho (3,5% em maio). A secção das Indústrias Transformadoras registou uma variação homóloga de 1,1% (2,0% no mês anterior). No 2º trimestre de 2015 o índice agregado aumentou 2,0% face ao trimestre homólogo (0,3% no trimestre anterior).

Índices de Produção Industrial

O índice de produção industrial apresentou uma variação homóloga de 2,7%, em junho (3,5% em maio). A secção das Indústrias Transformadoras registou uma variação homóloga de 1,1% (2,0% no mês anterior). No 2º trimestre de 2015 o índice agregado aumentou 2,0% face ao trimestre homólogo (0,3% no trimestre anterior).

No conjunto e muito sumariamente estes indicadores revelam que o negócio no comércio a retalho continua a acelerar devendo continuar a ser crítico para sustentar o crescimento do PIB, enquanto que ao nível da produção industrial a evolução continua a sinalizar um crescimento mas num processo de desaceleração. Uma desaceleração que surge na sequência de um período de oscilação de vários meses entre crescimento e a contração.

Tagged under:

Deixe um comentário

O seu email não vai ser publicado.