Exportações de bens crescem mais do que as importações há dois meses seguidos – Maio 2018

Os dois primeiros meses do segundo trimestre de 2018 revelam que as exportações de bens têm estado a crescer e a um rimo bem mais expressivo do que as importações, contribuindo assim para um melhoria da balança comercia face a idêntico período de 2017.

O INE destaca que:

No trimestre terminado em maio de 2018, as exportações e as importações aumentaram 5,2% e 4,1%, respetivamente, face ao mesmo período de 2017 (+5,0% e +6,9%, pela mesma ordem, no trimestre terminado em abril de 2018).

Esta evolução está relacionada com o comportamento de vários setores merecendo particular destaque a fabricação de automóveis e a refinação ode combustíveis que contribuíram de forma mais relevante para um maior equilíbrio da balança comercial. Em termos de destinos têm sido os países da União Europeia (com especial destaque, em maio, para a Espanha, a Itália e a Alemanha) que têm contribuído para a atual evolução já que os extracomunitários denotam uma queda das exportações.

Olhando especificamente para o mês de maio, o INE indica o seguinte:

Em maio de 2018, face ao mês homólogo de 2017, quase todas as grandes categorias económicas registaram
acréscimos nas exportações, com destaque para o Material de transporte (+18,0%) e Combustíveis e lubrificantes
(+32,3%). Nas importações, os maiores aumentos verificaram-se nas Máquinas e outros bens de capital (+7,6%) e
Fornecimentos industriais (+2,9%). Em sentido contrário, salienta-se a diminuição registada nas importações de
Combustíveis e lubrificantes (-15,5%).

Mais informação no INE.

Tagged under:

Deixe um comentário

O seu email não vai ser publicado.

NOS