The Economist nos “apanhados”

Neste caso o responsável pelo “apanhado” é João Pinto e Castro. No seu texto “A grande mistificação” chama-nos a atenção para uma contradição que poderá ser também “apenas” um percalço próprio de quem tem dificuldades em abandonar uma velha cassete repetida até à exaustão. O visado é mesmo um editorial

Read more

Re: Superstições Económicas

Caro Vizinho (permita-me esta liberdade a que acho piada na blogoesfera, bem como a minha discrição); Antes de mais, deixe-me que lhe diga que admiro e acompanho o seu Blogo Existo. Na prosa que escreveu ontem e que intitulou Superstições Económicas, onde aborda o debate que se vai fazendo quanto

Read more