Empresas do PSI 20 em 2019 – Investidor Informado

Investidor Informado

Este é o primeiro artigo da rubrica “Investidor Informado“. Esperemos que goste dos conteúdos que iremos produzindo ao longo dos próximos meses. Nesta primeira peça ocupamo-nos das empresas do PSI 20 em 2019.

Há vários anos que são 18 as empresas que compõem o PSI 20, principal índice da praça de ações portuguesa, da Euronext Lisbon.

Os nomes têm variado mas o número global tem registado alguma estabilidade. Registam-se algumas entradas (os CTT terão sido a última grande empresa a entrar, no final de 2013) e alguns falsos alarme, em especial no final de 2018, quando os mercados não se revelaram de feição para novas operações públicas de venda que se chegaram a projetar (no grupo Sonae, por exemplo).

De facto, já há alguns anos que o número de empresas com presença na montra principal do mercado de ações português está encostado ao mínimo definido pela Euronext na atual versão do livro de regras do índice PSI 20, ou seja, 18. O valor máximo coincide com o que dá o nome ao índice.

Sem entrarmos na explicação de quais os critérios que ditam a entrada e saída de novas empresas, detemo-nos na composição do PSI 20 em maio de 2019, algo que já não analisávamos há alguns anos no Economia e Finanças.

Desde já lhe dizemos que se quiser acompanhar o PSI 20 pode aceder a mais informação na página da Euronext. Pode ainda acompanhar informação sobre o mercado – com destaque para os próximos eventos relevantes, evolução do mercado cambial, entre outros – na nossa página especializada “Investir“. Por outros lado, se procura formação sobre trading, pode ainda frequentar um curso intensivo de trading do nosso parceiro a XTB.

XTB

Empresas do PSI 20 em 2019

As 18 empresas que integram o PSI 20 em 2019 dividem-se por 12 sectores de atividade distintos.

Por Sectores:

O sector das Utilities destaca-se não só por englobar três empresas como também por ser o que concentra as empresas com maior peso do conjunto do índice. Juntas contribuem com 25,4% do total.

Entre as três (EDP, REN, e EDP Renováveis), a EDP destaca-se por ser a empresa que, ainda que por pequena margem, oferece o maior contributo ao PSI 20, compondo 12,72% do seu total. A REN tem um peso de 7,07% e a EDP Renováveis de 5,62% atirando o grupo EDP para um peso relativo de 18,34% no seio do PSI 20.

Há outro sector que também concentra três empresas ainda que, neste caso, o peso para o PSI 20 destas empresas, não atinja os 10%: Basic Resources. Destacam-se neste sector a The Navigator Company (peso de 6,65%) e a Semapa (peso de 2,68%). A terceira empresa é a F. Ramada que é a empresa menos relevante no conjunto das 18 que presentemente compõem o PSI 20.

Sem estarmos a ser exaustivos ressaltamos ainda dois outros sectores que também são compostos por mais do que uma empresas. O sector do Retail (Jerónimo Martins com peso de 12,17% e SONAE com peso de 5,59%) que é o segundo mais relevante e o sector Industrial Goods & Services onde surgem a ALTRI (3,8%) e os CTT (2,2%).

Arrumando por ordem hierárquica de peso de cada sector é esta a distribuição do PSI 20.

PSI 20

SectorPeso no Índice (%)Nº Empresas
Utilities25,43
Retail17,82
Banks12,11
Oil & Gas11,81
Media11,11
Basic Resources9,73
Industrial Goods & Services6,02
Food & Beverage2,71
Construction & Materials1,31
Telecommunications0,91
Travel & Leisure0,71
Financial Services0,61

 

Empresas do PSI 20 em 2019:

Investidor InformadoJá destacámos em cima que a EDP é a empresa com maior peso no índice e que o conjunto do grupo EDP supera os 18%, contudo, convém sublinhar que há cinco empresas cujo contributo para o peso do PSI ultrapassa, de forma acumulada, os 60%, não existindo uma diferença muito expressiva no respetivo peso relativo no PSI 20.

Além da EDP destacam-se, por ordem decrescente, a Jerónimo Martins, o Banco Comercial Português, a GALP e a NOS.

 

PSI 20

 

Na tabela seguinte extraída com algumas alterações do sítio da Euronext no final de maio de 2019 encontramos os principais dados relativos à composição do PSI 20. Além do peso relativo apresenta-se um indicador de capitalização bolsista sendo que, o peso de uma dada empresa no índice, independentemente da sua capitalização, nunca poderá superar a casa dos 12%.

Recorde-se que o PSI 20 é revisto de forma ordinária, todos os trimestres (março, junho, setembro, dezembro) na terceira sexta-feira do respetivo mês. Nessa circunstância podem entrar ou sair empresas e alterar-se o conjunto de ponderadores e pesos relativos.

CompanyMNEMOCntySector (ICB)Weight (%)Index CapFloat
EDPEDPPTUtilities12,721,680.7
J.MARTINS,SGPSJMTPTRetail12,171,610.4
B.COM.PORTUGUESBCPPTBanks12,11,60.55
GALPGALPPTOil & Gas11,771,550.65
NOS, SGPSNOSPTMedia11,131,470.5
RENRENEPTUtilities7,070,930.55
THE NAVIGATOR COMPNVGPTBasic Resources6,650,880.3
EDP RENOVAVEISEDPRPTUtilities5,620,740.1
SONAESONPTRetail5,590,740.4
ALTRI SGPSALTRPTIndustrial Goods & Services3,80,50.35
SEMAPASEMPTBasic Resources2,680,350.3
CORTICEIRA AMORIMCORPTFood & Beverage2,680,350.25
CTT CORREIOS PORTCTTPTIndustrial Goods & Services2,20,290.75
MOTA ENGILEGLPTConstruction & Materials1,280,170.35
PHAROLPHRPTTelecommunications0,850,110.65
IBERSOL,SGPSIBSPTTravel & Leisure0,740,10.35
SONAE CAPITALSONCPTFinancial Services0,580,080.35
RAMADARAMPTBasic Resources0,370,050.25

Como dissemos pode encontrar mais informação na nossa página especializada “Investir” ou ler outros artigos da nossa secção “Investidor Informado” que irá crescer nos próximos meses.

Bons negócios!

Em parceira com a XTB.
XTB

Tagged under:

Deixe um comentário

O seu email não vai ser publicado.