Previsão para a Taxa de Inflação 2018

Com a difusão do valor de setembro de 2018 relativo ao índice de preços no consumidor, por parte do Instituto Nacional de Estatística, ficam a faltar apenas três meses de dados para se poder calcular o valor final da taxa de inflação para 2018.

Para já, a taxa de inflação medida pela variação média dos últimos 12 meses (total nacional) está nos 1,15% com a taxa de variação homóloga relativa a setembro a fixar-se nos 1,4%.

Se os meses de outubro, novembro e dezembro de 2018, trouxerem uma inflação homóloga idêntica à mais baixa registada em longo de 2018, a taxa de inflação média anual, no final de 2018 seria de aproximadamente 1,23%, o que arredondaria para 1,2%.

Se a taxa de variação homóloga em outubro, novembro e dezembro, for igual à maior registada durante o ano de 2018, a taxa de inflação anual de 2018 seria de 1,28% o que arredondaria para 1,3%.

Mesmo considerando que a taxa de variação homóloga durante o trimestre que falta atingisse, ou mesmo superasse, ligeiramente, os 2%, a inflação anual ficaria nos 1,3%.

Posto isto, a nossa previsão para a taxa de inflação 2018 é de que se fixe em 1,2% ou 1,3%, muito dificilmente atingindo os 1,4% das previsões do Banco de Portugal ou os 1,7% das previsões do FMI. A 15 de outubro de 2018, no relatório da Proposta de Orçamento do Estado para 2019, o governo antecipou que prevê uma taxa de inflação de 1,3% para 2018 (e para 2019), em linha com a nossa previsão.

A título de curiosidade, para que a taxa de inflação prevista a 10 de outubro de 2018, pelo FMI, se viesse a transformar em um número certeiro (os tais 1,7%), a inflação homóloga no terceiro trimestre teria que ser, em média, de aproximadamente 4,6%, algo nunca visto em muitos, muitos anos, em Portugal

Até ao final do ano iremos afinando a nossa previsão.

Sugerimos que passe por aqui para ir acompanhando a previsão para a inflação em 2019.

Tagged under:

Deixe um comentário

O seu email não vai ser publicado.