Blogs do Ano - Nomeado Política, Educação e Economia

Preços de arrendamento por freguesia na cidade de Lisboa

O INE compilou a informação referente a 6980 contratos de arrendamento firmados durante o ano de 2017 na cidade de Lisboa, tratou a informação que recolheu sobre eles e organizou-a por freguesia.

No dia 21 de março de 2018, em conjunto com Estatísticas de Rendas da Habitação ao nível local divulgou informação sobre o valor mediano das rendas por m² de novos contratos de arrendamento de alojamentos familiares em cada uma das 24 freguesias de Lisboa e apurou ainda o total para o conjunto da cidade. Em complemento, apresentou o número de contratos de arrendamento que foram assinados durante o ano de 2017 em cada freguesia e no total da cidade.

 

Preços de medianos de arrendamento por freguesia na cidade de Lisboa

A tabela que se segue apresenta precisamente essa informação divulgada pelo INE, aqui ordenado por ordem crescente da mediana das rendas por m² de novos contratos de arrendamento para habitação.

Rapidamente se contata que mesmo dentro da cidade há fortes assimetrias de preço sendo o preço mediano praticado na Freguesia de Santa Clara (€9,62/m²) pouco mais de metade do preço praticado no Parque das Nações (€11,7/m²).

Em 10 das 24 freguesias os preços praticados ficam abaixo do valor mediano para a cidade que se fixou nos €9,62/m², sendo estas 10 freguesias responsáveis por 42,7% do total de novos contratos firmados durante o ano de 2017, merecendo particular destaque, a este nível ,as freguesias de Arroios, Penha de França e Lumiar (as três agregam 21,3% do total).

De entre as freguesias onde o custo por m² é mais reduzido e onde a oferta é extensa para os parâmetros atuais da cidade, destaca-se a Penha de França. O valor mediano das rendas é o terceiro mais baixo da cidade, e esta freguesia é também a terceira mas no ranking das que mais contratos de arrendamento novos tiveram durante o ano de 2017.

A mediana, neste caso, é uma medida que divide ao meio os contratos de arrendamento que ficam acima e abaixo do seu valor. Ou seja, dos 6980 contrato novos, 3490 terão tido valores medianos das rendas acima dos €9,62/m² e outros tantos abaixo dessa valor.

 

 

FreguesiaValor mediano das rendas por m² de novos contratos de arrendamento de alojamentos familiares (€)Novos contratos de arrendamento de alojamentos familiares (N.º) % do Novos Contratos
20172017  
Lisboa9,626 980 
Santa Clara6,81762,5
Marvila8,4681,0
Olivais8,61522,2
Penha de França8,74426,3
Ajuda8,82403,4
Benfica8,83885,6
Alcântara8,92934,2
Arroios9,16128,8
Beato9,21752,5
Lumiar9,54356,2
Alvalade9,74296,1
Areeiro9,72593,7
Santa Maria Maior9,81812,6
Campolide9,91932,8
Belém10,01872,7
São Vicente10,03004,3
São Domingos de Benfica10,14706,7
Estrela10,13505,0
Avenidas Novas10,24065,8
Carnide10,9881,3
Campo de Ourique10,93705,3
Santo António11,12183,1
Misericórdia11,62623,8
Parque das Nações11,72864,1

 

Um bocadinho de matemática/estatística

A média pode ser diferente da mediana pois considera todos os dados dos 6980 contratos e divide a soma do valor das rendas pelo número de contratos. A mediana é assim menos influenciada por valor extremos.

Por exemplo, um punhado de contratos com valores astronómicos pode enviesar fortemente a média mas não terá qualquer impacto sobre a mediana que cuida apenas de, uma vez contados os contratos e ordenados por ordem crescente de valor de renda por m², apurar qual o valor do contrato (ou dos contratos, caso a distribuição tenha um número par de contratos) que divide o total de contratos em duas fatias de dimensão igual.

Tagged under:

Deixe um comentário

O seu email não vai ser publicado.