Histórico de Etiquetas: Certificados de Aforro

Conheça as alterações nos Certificados de Tesouro Poupança Mais (2015)

Contrariamente ao que aconteceu com os certificado de aforo em que foi criada uma nova série (ver “O que mudou: a Série D dos Certificados de Aforro“) nos Certificados de Tesouro Poupança Mais (2015) a alteração introduzida não afeta a estrutura de remuneração em termos de fórmula mas as taxas de juro anuais a que o investimento

Dia 30 é o último para aproveitar taxas dos certificados de aforro e do tesouro

Dia 30 é o último para aproveitar taxas dos certificados de aforro e do tesouro antes que o IGCP proceda às já anunciadas descidas das taxas de juro de ambas as aplicações em dívida pública. Em entrevistas hoje concedidas aos jornais especializados em economia, Cristina Casalinho, atual responsável máxima pela agência do estado que gere

Certificados de aforro e do tesouro já subscritos não verão taxas de juro alteradas

O ministro das presidência confirmou hoje à imprensa que, quanto à anunciada descida das taxas de juro dos certificados de aforro e dos certificados do tesouro poupança mais, “O ajustamento das taxas de juro é para a frente. Todos os actuais detentores de certificados não são afectados nas suas taxas.” Segundo anunciado publicamente pela secretária

Taxa de Juros dos Certificados de Aforro sobe ligeiramente em novembro de 2014

A taxa de juros dos certificados de aforro sobe ligeiramente em novembro de 2014, interrompendo as quedas recentes. Em novembro os certificados de aforro irão remunerar apenas muito ligeiramente acima da taxa que vigorou em outubro (3,07%), tanto as novas subscrições como as subscrições que se renovam neste mês. A nova taxa é de 3,071% TANB

Taxa desce mas certificados de aforro continuam a bater depósitos a prazo

A euribor a 3 meses está em mínimos históricos e como consequência a remuneração dos certificados de aforro voltou a descer em outubro, fixando-se agora nos 3,07% TANB, contudo os certificados de aforro continuam a bater depósitos a prazo. Entre certificados de aforro e certificados do tesouro poupança mais, o Estado, no último mês em

Taxa de juro dos certificados de aforro volta a cair em julho de 2014

A taxa de juro dos certificados de aforro para novas subscrições ou renovações da Série C voltou a diminuir ligeiramente em julho de 2014. Dos 3,271% (TANB) fixados para o mês de junho, em julho passará para 3,186%. Nos certificados dos tesouro poupança mais continuam a não se registar alterações mantendo-se o esquema de pagamento

Cálculadora Investimento

Taxa de juro dos certificados de aforro em queda

A taxa de juro dos certificados de aforro para novas subscrições ou renovações da Série C diminuiu ligeiramente em junho de 2014 face ao mês anterior.  A taxa de juro foi fixada em 3,271% (TANB). Em breve atualizaremos a nossa base de dados de depósitos a prazo com esta informação e com informação para cerca

IGCP

Remuneração dos certificados de aforro volta a subir em abril de 2014

O novo valor para a remuneração trimestral dos certificados de aforro constituídos em abril de 2014 ou com renovação neste mês é de 3,265% TANB o que corresponde a uma taxa depois de impostos de 2,0243%. Este é o valor que reforça a tendência de subida da taxa de juro que vem ocorrendo há vários meses

Depósitos a prazo

Taxa dos certificados de aforro cai em março mas só 13 depósitos a superam

Depois de um longo período de subidas associada à subida da Euribor, em março,  a expectativa é a de que a taxa de juro oficial para novas poupança ou para certificados que se renovem, recue regressando a valores próximos dos de janeiro, ou seja, a rondar os 3,245%. Com esta taxa (atualizada trimestralmente) e comparando

Balança Comercial

O que é mais fácil penhorar: um depósito a prazo ou um certificado de aforro/tesouro?

Surgiu recentemente a notícia de que, por deliberação do governo, os certificados de aforro e demais títulos da dívida pública passariam a ser penhorados de forma muito mais expedita encurtando-se os prazos em largos meses passando a poder concretizar-se em poucos dias ou semanas. Na sequência destas notícias – fidedignas, sublinhe-se – surgiu a dúvida

Propostas de poupança para quase todas as bolsas, prazos e melhores taxas de juro

Por propostas de poupança restringimo-nos à definição estrita: produtos de menor risco como depósitos a prazo e propostas de aforro em dívida pública (certificados de aforro e certificados do tesouro poupança mais). Neste artigo propomos várias peças editados recentemente no “Economia e Finanças” e no nosso parceiro “Melhores Depósitos a Prazo”, tendo por base informação

A man with flying with money wings

Quais são os depósitos que superam os certificados de aforro?

No “Melhores depósitos a prazo“, tendo por base o nosso ficheiro excel com cerca de 300 depósitos a prazo em oferta no mercado, fizeram as contas e identificaram 23 depósitos a prazo que superam a remuneração que está a ser paga, em novembro  2013, pelos certificados de aforro. Na listagem apresentam depósitos ordenados por taxa

Depósitos

Melhores depósitos a prazo em novembro 2013 – o que fazer ao subsídio de natal?

Já atualizámos a nossa base de dados com cerca de 300 depósitos a prazo em oferta em Portugal. Poderá consultar e descarregar, como habitualmente, o nosso ficheiro em excel pré-ordenado pelas melhores taxas de juro. Note que se detetar alguma imprecisão teremos muito gosto em que nos alerte para o facto utilizando para o efeito

A man with flying with money wings

Remuneração dos certificados de aforro com pequena oscilação em outubro

A taxa indexante tem oscilado pouco nos últimos meses, na realidade e euribor a três meses tem vindo a subir muito lentamente o que tem justificado o aumento suave da taxa de remuneração da série C dos certificados de aforro. Em outubro regista-se inclusive uma ligeiríssima descida o que conduz à remuneração de 3,189% TANB

Dinheiro

Taxa de juro dos certificados de aforro volta a aumentar ligeiramente em setembro

Com a lenta subida da Euribor a 3 meses, a taxa de juro que remunera os certificados de aforro continua a acompanhar esta tendência de subida, passando de 3,189% TANB em agosto de 2013 para 3,191% TANB para novas subscrições feitas em setembro e certificados cujo trimestre de vença durante o corrente mês. Entretanto, iniciamos

A cartoon drawing of a businessman with a stick attached to his head with a large dollar sign attached to the other

Taxa de juro dos certificados de aforro sobe ligeiramente em agosto para 3,189% (TANB)

O IGCP já divulgou a taxa oficial de juro aplicável aos certificados de aforro a subscrever durante o mês de agosto de 2013: 3,189%. Este valor representa uma ligeira subida face ao mês anterior e é um dos mais elevados em muitos meses. Com esta informação oficial atualizámos o artigo de ontem no Melhores Depósitos

Depósitos

Certificados de aforro superam a maioria dos depósitos a prazo (revisto)

A taxa de juro (TANB) a praticar nos certificados de aforro durante o trimestre iniciado em agosto de 2013 fixou-se nos 3,189% um dos valores mais altos em muitos trimestres. Com esta taxa e com a continuação da queda das remunerações médias nos depósitos a prazo, os certificados de aforro regressam como uma forma de

Top