Emprego

Nesta página encontra os artigos mais recentes sobre recursos humanos, sejam ofertas de emprego, dicas sobre emprego ou informação relevante sobre estes temas. Encontrará regularmente anúncios de emprego e ligações para as fontes primária das empresas e instituições contratantes mas também informação sobre a legislação laboral, nomeadamente o Código de Trabalho, ou novas práticas de gestão e recrutamento de pessoal.

Taxa de desemprego no valor mais baixo desde abril de 2009

O INE através das Estimativas Mensais de Emprego e Desemprego referentes aos dados definitivos de novembro de 2016 (provisórios de dezembro de 2016) revela que Portugal tem a taxa de desemprego no valor mais baixo desde abril de 2009: 10,5%.

Há 10 meses que a taxa de desemprego não regista nenhum crescimento...Leia_Mais


Emprego continua a recuperar com desemprego em mínimos de 2013

Desde que o INE iniciou a sua série de estimativas rápidas mensais sobre o desemprego e emprego, em 2014, que a taxa de desemprego não registava uma valor tão baixo. os dados definitivos relativos a outubro de 2016 apuraram uma taxa de desemprego de 10,6%. Na realidade esta tendência iniciou-se...Leia_Mais


Subsídio de Natal e de Férias no Setor Privado em 2017

O Orçamento do Estado para 2017 introduziu uma alteração importante na forma de pagamento dos subsídios de férias e de natal no setor público e privado em 2017 e em 2018. Neste artigo cuidamos de dar destaque ao que sucederá no subsídio de natal e de férias no setor privado...Leia_Mais


Subsídio de Natal no Setor Público em 2017 e 2018

O Orçamento do Estado para 2017 introduziu uma alteração importante na forma de pagamento dos subsídios de férias e de natal no setor público e privado em 2017 e em 2018. Neste artigo cuidamos de dar destaque ao que sucederá no subsídio de natal no setor público em 2017 e...Leia_Mais


Salário Mínimo Nacional em 2017

O Salário Mínimo Nacional em 2017 será de €557 aumentando dos €530 que vigoraram ao longo do ano de 2016.

Recorde-se que em 2016, por sua vez, o salário mínimo nacional havia sido aumentado de €505 para €530.

Em 2014, já no terceiro trimestre e após vários anos de congelamento, o salário mínimo...Leia_Mais


CMVM está a Recrutar Técnico Informático

Até ao próximo dia 2 de dezembro de 2016, a CMVM está a recrutar técnico informático.

O anúncio de recrutamento da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários especifica o interesse em áreas de informática, informática e gestão de empresas ou engenharia informática.

Eis os detalhes do Leia_Mais


Emprego público aumenta mas perde peso da população empregada

Apesar de o número de empregados ter diminuído significativamente entre o final do segundo e do terceiro trimestre (menos  3 659 efetivos ou menos 0,7%) a verdade é que os 655 503 postos de trabalho ocupados nas mais diversas áreas do Estado representam um aumento do emprego público em...Leia_Mais


Desemprego em mínimos de sete anos mas com menos 375 mil empregos

A taxa de desemprego caiu para 10,5% no 3º trimestre de 2016 tendo o contingente de desempregados identificados pelo INE atingido os 549,5 mil indivíduos. A população desempregada é agora inferior em 69 300 pessoas à que estava desempregada há um ano.

A população empregada, por outro...Leia_Mais


Desemprego jovem caiu três vezes mais do que o restante em 2016

As Estimativas Mensais de Emprego e Desemprego relativas a setembro de 2016 divulgadas pelo INE revelam que a taxa de desemprego (já corrigida de sazonalidade) ter-se-á mantido constante entre julho e agosto de 2016 nos 10,9%.

Note-se que o valor agora apurado é o mais baixo para a...Leia_Mais


Peso dos licenciados na função pública é mais do dobro face à população ativa

O peso dos licenciados na função pública é mais do dobro face à população ativa. Em termos concretos, havia no final do segundo trimestre de 2016, 51,2% de trabalhadores licenciados nas administrações públicas o que compara com apenas 24,9% na população total.

A percentagem de licenciados estritamente...Leia_Mais


+Antigos

3 comentários sobre “Emprego

  1. Os custos do trabalho são calculado à hora, muita mão-de-obra é remunerada e consequentemente “contratada” à hora, nos países anglo-saxónicos “impera” o regime de salário hora; por diversos motivos defendo que deveria coexistir em Portugal um “salário mínimo hora” (SMH), gostaria que neste espaço se debatesse este tema: quem é contra que apresente os seus argumentos, quem for a favor de igual modo elenque os seus argumentos. Seria útil que exprimidos os vários pontos de vista, resultasse uma preponderância: manter o SMN como está, ou surgir um SMH.
    Agradeço todos os comentários!

  2. boa tarde sou rosalina tavares e estou desmpregada a quase 2 anos e tento tudo por tudo mas não consigo pois tenho quase 50 anos e sei que as empresas não me kerem a final o que o governo me diz a isto como eu a muita gente na minha situação sera que estou assim tam, velha e não dou produção nem que seja nas limpessas

Comments are closed.