Reembolso Médio do IRS 2016 nos €937

Segundo informação hoje divulgada pela Autoridade Tributária, o reembolso médio do IRS 2016 já efetuado até ao momento ronda os €937 correspondendo a uma devolução de cerca de €250 milhões de euros aos contribuintes. Os reembolsos continuam em curso, encontrando-se em processamento as 3 682 367 declarações entregues das quais quase 9 em cada 10 recebidas através do Portal das Finanças.

Reembolso médio do IRS 2016

Uma curiosidade destacada pelas finanças é o predomínio esmagador da entrega das declarações de forma conjunta (entre casados e unidos de facto). Apenas 4% do contribuintes que já entregaram o IRS optaram pela declaração separada.

A Autoridade Tributária reconhece que no primeiro dia de entrega do IRS, em abril, se registaram algumas falhas na aplicação que terão afetado o cálculo do valor a reembolsar/liquidar tendo recomendado aos contribuintes que tiveram uma surpresa negativa no momento em que receberam o reembolso, face ao que havia sido o valor de reembolso determinado pelo simulador interno da aplicação de entrega para que enviem uma declaração de substituição – mesmo fora de prazo – a qual não será sujeita a qualquer coima e que servirá para repor a situação correta. Recorda-se que esta situação diz respeito exclusivamente a contribuintes que efetuaram a entrega apenas no primeiro dia (ou antes de prazo, atrevemo-nos nós a acrescentar atendendo aos relatos que vamos lendo entre os comentadores dos nossos fóruns informais sobre o IRS).

Reembolso médio do IRS 2016

Eis o excerto do comunicado das finanças:

“todos os contribuintes afetados por esta situação e que tenham, com base na simulação efetuada, optado pela tributação separada ou conjunta, consoante o que se mostrou ser mais favorável, poderão entregar uma nova declaração sem qualquer coima associada para que não sejam prejudicados de forma alguma”.

Deixar uma resposta