Procurar emprego depois dos 40 anos

 [wp_ad_camp_1]

Lemos com alguma curiosidade a peça “Emprego: 7 mentiras sobre os quarentões” que podemos encontrar no Dinheiro Vivo e resolvemos recomendá-la aos nossos leitores. Eis um dos sete pontos aí enunciados como conselho e recomendação a quem, com mais de 40 anos procura reentrar no mercado de trabalho:

” (…) 

7 – Os trabalhadores mais velhos não conseguem lidar com as mudanças
Alguns estereótipos são baseados em factos. Existem pessoas entre os 40 e os 65 anos que não conseguem lidar bem a mudanças.
Para algumas empresas isto pode ser um problema, mas na verdade os mais velhos adaptam-se melhor a mudanças no local de trabalho, devido à sua maior experiência.

Um dos exemplos pode ser encontrado na recessão económica, que é a primeira que muitos jovens estão a viver. Alguém nos seus 40 ou 50 anos já passou por inúmeras crises e assistiu recentemente a mais uma aterragem do FMI em Portugal, a terceira. A vantagem aqui é que o trabalhador mais velho já passou por inúmeras dificuldades e sabe como gerir e encaixar mudanças.

Procure bem na sua experiência e dê exemplos de quando é que foi sujeito a mudanças ou alterações e superou-as sem dificuldades.

Dica: Quando vai a uma entrevista e constata que todos os entrevistados à espera são bem mais novos do que você, pense na sua experiência e adopte uma postura de confiança. Esta vai marcar toda a diferença e vai ajudá-lo a conseguir o trabalho. (…)”

 

 

RECEBA O 'ECONOMIA E FINANÇAS' POR EMAIL
Clique aqui e subscreva o resumo diário.




Artigos Relacionados

Um comentário;

  1. Bruna Brasil said:

    Imagine então como é para os aposentados que ainda precisam trabalhar. Mesmo porque, depois desse fator previdenciario, é 40% do salario do INSS que vai embora.

Top