Malparado bate recorde, depósitos a prazo descem

[wp_ad_camp_1]

Os níveis de mal parado voltam a bater máximos históricos  (entre particulares e empresas) enquanto o montante global de depósitos a prazo constituídos por particulares junto de instituições financeiras diminuiu mais €1 mil milhões de euros num mês, ainda assim fixando-se pelo 10º mês consecutivo num valor (€131,397 mil milhões) acima dos €130 mil milhões.

Do total de empréstimos concedidos às famílias, 3,7% eram em agosto mal parado (€4,977 mil milhões) enquanto que entre as empresas o malparado atingiu, em agosto, 9,8% (€10,546 mil milhões).

GOSTOU DO QUE LEU?
Então não perca nenhum dos nossos artigos.
Receba um EMAIL diário com os resumos:


Artigos Relacionados

Top