Exportações de bens voltam a crescer a dois dígitos – agosto 2012

[wp_ad_camp_1]

O trimestre terminado em agosto apresentou uma taxa de crescimento homólogo das exportações de bens de 10,4% com o mês de agosto tomado isoladamente a registar um aumento de 13,7%. Recorde-se que desde março do corrente ano que as exportações de bens não registavam taxas crescimento trimestrais acima dos dois dígitos.

As importações por outro lado mantiveram-se em queda pelo 11º mês consecutivos ainda que tenham registado a menor queda do ano corrente (desceram 1,5% no trimestre terminado em agosto face ao trimestre homólogo).

 Segundo o INE:

No trimestre terminado em agosto de 2012, as maiores variações nas saídas verificaram-se nos Combustíveis e lubrificantes (+54,3%) e nas Máquinas e outros bens de capital (+27,5%), face ao período homólogo de 2011.
No mesmo período, e no que se refere às entradas, salientam-se as diminuições no Material de transporte e acessórios (-10,1%) e nas Máquinas e outros bens de capital (-5,5%). 

A taxa de cobertura no trimestre foi de 83,9%.

A comércio internacional envolvendo países extracomunitários continua a ser, de longe, o mais dinâmico, tanto em termos de exportações (+25,4% de cresciemtno trimestral homólogo) como em termos de importações (+4,5%), registando-se também uma melhor taxa de cobertura (85,5%).

GOSTOU DO QUE LEU?
Então não perca nenhum dos nossos artigos.
Receba um EMAIL diário com os resumos:


Artigos Relacionados

Top