Escalões do IRS 2013 (OE 2013 – proposta oficial)

Os escalões do IRS 2013 apresentados na versão preliminar do OE 2013 divulgados na semana (ver “Escalões IRS 2013 (versão oficiosa)“) passada mantiveram-se sem alteração na proposta de orçamento do estado hoje divulgado pelo governo junto do Parlamento. O número de escalões é reduzido para  5 em vez dos 8 anteriores. Note-se que as tabelas de retenção mensal na fonte só serão conhecidas daqui a várias semanas.

Por outro lado, o último escalão estará ainda sujeito a uma taxa de solidariedade de 2,5%. Todos os contribuintes passíveis de pagar IRS serão ainda sujeitos a uma sobretaxa correspondente a 4% de um dos salários, taxa essa cuja cobrança  se fará em duodécimos ao longo dos 12 meses do ano.

Escalões do IRS 2013:

Escalões do IRS 2013
Rendimento colectável Taxa normal Taxa média
Até 700014,5%14,50%
de mais de 7000 até 2000028,5%23,60%
de mais de 20000 até 4000037%30,30%
de mais de 40000 até 8000045%37,65%
Superior a 8000048%  –

E compare com os escalões do IRS de 2012:

Até 4 89811,50%11,50%
De mais de 4 898 até 7 41014%12,35%
De mais de 7 410 até 18 37524,50%19,60%
De mais de 18 375 até 42 25935,50%28,59%
De mais de 42 259 até 61 24438%31,50%
De mais de 61 244 até 66 04541,50%32,23%
De mais de 66 045 até 153 30043,50%38,65%
Superior a 153 30046,50% –

 

ADENDA (14JAN2013): Se procura as tabelas mensais pode encontrá-las aqui: 

Tabelas mensais de retenção na fonte de IRS 2013 – Continente

 

Para mais informação sobre escalões do IRS deste e de outros anos (mais recentes logo que disponível) clique aqui: Escalões do IRS.

GOSTOU DO QUE LEU?
Então não perca nenhum dos nossos artigos.
Receba um EMAIL diário com os resumos: